Home / Entretenimento / Cultura / Lazer / Mostra de turbantes de Negra Jhô é destaque no Novembro Negro do Museu Udo Knoff
Foto: Ascom/DIMUS

Mostra de turbantes de Negra Jhô é destaque no Novembro Negro do Museu Udo Knoff

Em comemoração ao Novembro Negro, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, no Pelourinho promove diversas atividades como oficinas, exposições e palestras durante todo o mês. Em 20 de novembro, às 18h, será aberta a 3ª edição da exposição ‘Coroa de Ouro: Torsos e Turbantes’, de autoria da cabeleireira, esteticista afro e hair designer Negra Jhô. A estilista é conhecida por seus projetos que visam promover a autoestima e o orgulho pela identidade negra por onde passa.

Nesta mostra, Negra Jhô traz 21 turbantes estilizados, confeccionados pelo Instituto Kimundo. Com o apoio da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac), a exposição fica em cartaz até 25 de janeiro de 2019. Além da exposição, também serão realizadas mediações e oficinas de turbantaria e estamparia afro promovidas pela própria Negra Jhô e pelo setor educativo do museu. No encerramento da exposição, o público poderá apreciar 21 modelos num desfile que mostrará os torsos e turbantes da mostra, além de indumentárias produzidas por estilistas e grifes afro-baianas.

Negra Jhô, exalta o esforço para contribuir de forma eficaz para emancipação e valorização da sua ancestralidade africana. “A arte das tranças, torsos e turbantes são consideradas um símbolo de destaque na estética, cultura e religiosidade das sociedades forjadas nas raízes africanas”, explica.

Também como parte da programação do Novembro Negro do Museu Udo Knoff, acontece nesta segunda (5), quinta (8) e sexta-feira (9) a ‘Oficina de Estamparia em Tecido’ em parceria com estudantes da Escola Estadual Severino Vieira. A atividade será realizada na escola às 9h e 15h com o tema da ancestralidade africana. A oficina será mediada pela museóloga Etiene Bosetto e o artista plástico Sandoval Soares.

Nos dias 13 e 14, às 09h, será a vez da ‘Oficina de Pintura em Azulejos’ com a temática as obras do artista Carybé presentes nos azulejos e livros de encomenda da coleção do museu. A atividade é uma parceria com crianças da Escola Municipal João Lino e será mediada pela museóloga Etiene Bosetto e o artista plástico Sandoval Soares.

Dando continuidade à programação, em 21de novembro, às 14h, acontece a palestra ‘Super-Heróis negros nos quadrinhos’ com o historiador e mestre em história, Sávio Roz. No dia seguinte, 22, às 14h, acontece na Praça das Artes o ‘POEMUSIK: Poesia Musicada’ com o tema ancestralidade baiana. Já no dia 28, às 09h, o museu promove uma ‘Mediação e Oficina de Pintura em Azulejos’ também com a temática da ancestralidade africana. A atividade é parceria com o Teatro Escola Jorge Amado e será mediada pela museóloga Etiene Bosetto e o artista plástico Sandoval Soares.

Fechando as atividades do Mês da Consciência Negra, acontece no final do mês de novembro a ‘Oficina de Confecção de Bolsas’ a partir de material reciclado com estampas étnicas. A atividade é parceria com o Grupo Casa de Maria e será mediada pela museóloga Etiene Bosetto e o artista plástico Sandoval Soares.

Compartilhe: