Home / Destaque / São João terá reforço para trânsito mais seguro nas estradas baianas [23/05/2018]
Foto: Reprodução

São João terá reforço para trânsito mais seguro nas estradas baianas [23/05/2018]

A segurança viária na Bahia ganha um reforço com a ampliação de ações educativas e de fiscalização. A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) fez a doação de 30 equipamentos de medição de alcoolemia à Polícia Militar (PM) nesta quarta-feira (23), incrementando o alcance das campanhas realizadas. Antes, o efetivo rodoviário estadual possuía oito etilômetros.

O secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, acredita que o apoio à Polícia Militar no esforço diário de manter as estradas mais seguras é crucial. “A sociedade não se dá conta, mas a quantidade de mortes no trânsito é equivalente a um país em guerra e isso precisa mudar”, afirmou. O material doado – adquirido como parte do contrato com o Banco Mundial no Programa de Recuperação e Manutenção das Rodovias da Bahia (Premar) – permitirá que a PM realize campanhas e fiscalização durante três anos.

Em 2016, a Seinfra, em parceria com o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) e as secretarias da Saúde (Sesab) e da Administração (Saeb), por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), firmou acordo para redução do índice de acidentes em 20% até 2019. Até o momento já houve uma redução de 15,59%. A previsão é de ultrapassar a meta estabelecida. “O caminho para um trânsito mais seguro está na educação, com o fortalecimento da conscientização que as campanhas educativas agregam”, destacou o coronel Sérgio Brito, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, que utilizará o material a partir do São João.

Também participaram da entrega dos equipamentos a superintendência de Planejamento em Logística de Transportes e Intermodalismo da Seinfra (Suplog), Maria Amélia Amaral; o diretor de Operação e Tráfego da Seinfra (DOT), Anselmo Calixto; a coordenadora do Componente Segurança Viária do Premar, Margareth Gramacho; o coronel Sturaro, comandante da Polícia Especializada; o major Selmo Luiz, de Brumado, e o major Brito Junior, de Itabuna.

Metas

Como parte das ações do Maio Amarelo, entrou em vigor a lei nº 13.614/18, que cria o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) e incluiu o artigo 326-A ao Código de Trânsito Brasileiro. Esta lei prorroga o compromisso assumido pelo Brasil com a Organização das Nações Unidas (ONU), na década mundial de ações para a segurança no trânsito – 2011/2020, de reduzir à metade o numero de mortes e lesões. Dessa forma, o prazo – que estava prestes a vencer – foi prorrogado por mais cinco anos, passando a vencer em 2027.