Home / Esportes / Piloto da F1 Jules Bianchi morre depois de nove meses em coma
Foto: Reprodução

Piloto da F1 Jules Bianchi morre depois de nove meses em coma

O piloto Jules Bianchi morreu na noite desta sexta-feira. O francês de 25 anos estava em coma desde outubro do ano passado, após sofrer um grave acidente no Grande Prêmio do Japão, em Suzuka.

Bianchi estava internado no hospital em Nice, perto da casa de seus pais, no sul da França. É a primeira morte em uma corrida de Fórmula 1 desde a do tricampeão Ayrton Senna em Ímola, em maio de 1994 – um dia antes, o austríaco Roland Ratzenberger também morreu após um acidente no circuito italiano.

Após a confirmação da morte, a Marussia prestou uma homenagem ao francês. “Estamos devastados por perder Jules após uma dura batalha”, escreveu em sua conta no Twitter. “Foi um privilégio tê-lo em nossa equipe.”

Bianchi bateu sua Marussia em um trator de recuperação sob chuva e luz fraca. Com o impacto, o francês sofreu graves lesões na cabeça.  Nas semanas seguintes ao acidente, o piloto iniciou um trabalho de fisioterapia. Na ocasião, ele continua inconsciente, respirando sem a ajuda de aparelhos.

 

UOL

Compartilhe: