Home / Redação TEC / Para presidente da Ubisoft, próxima geração de consoles será a última
Foto: Reprodução

Para presidente da Ubisoft, próxima geração de consoles será a última

A substituição dos consoles dedicados por serviços de streaming é uma tendência profetizada há algum tempo na indústria de games, e para o presidente da Ubisoft, Yves Guillemot, essa transição está mais próxima do que nunca, pois ele acredita que a próxima geração de consoles será a última.

“Há uma boa chance de que, aos poucos, nós veremos cada vez menos hardware. Com o tempo, acho que o streaming se tornará acessível e não precisaremos mais ter um hardware potente em casa”, prevê Guillemot em entrevista ao site Variety. “Teremos mais uma geração de consoles, e depois disso, jogaremos por streaming. Todos nós.”

Com a viabilização da tecnologia e a popularização do streaming de jogos, consoles potentes se tornam desnecessários, já que a maior parte do processamento é feita por servidores remotos e enviada ao jogador pela nuvem.

Na visão de Guillemot, essa mudança será boa para os jogadores e para os desenvolvedores. “Vai ajudar a indústria de games AAA, de alto orçamento, crescer muito mais rápido. Precisamos trabalhar com a acessibilidade destes jogos, e nos certificar de que eles podem ser jogados em qualquer aparelho, mas o fato de que poderemos jogar por meio de streaming em celulares e televisões, sem um console dedicado, vai mudar muito a indústria”, aponta.

A reportagem também fala sobre a visão das três principais fabricantes de consoles sobre o assunto. Para Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, a ideia de jogar em qualquer aparelho – algo já empregado com o Xbox Play Anywhere – é preponderante.

Já Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo nos Estados Unidos, o console dedicado deve continuar por alguns anos, especialmente com o estrondoso sucesso do Switch – que, de certa forma, também trabalha com a ideia de acessibilidade e portabilidade. A Sony não quis se pronunciar sobre o assunto.

Compartilhe: