Home / Entretenimento / Cultura / Lazer / Museu Udo Knoff encerra “Minicurso de Ritmos Brasileiros”
Foto: Reprodução

Museu Udo Knoff encerra “Minicurso de Ritmos Brasileiros”

Ao som de muito samba, foi encerrado o ‘Minicurso de Ritmos Brasileiros’ ministrado no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, no Pelourinho/Centro Histórico de Salvador, em parceria com o Laboratório de Educação Digital: Museu, Arte e Cultura, do Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac), também vinculao à Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

O projeto, encerrado no domingo (4), contou com três etapas (história, teoria rítmica e prática percussiva) dos ritmos baião, xote, xaxado, pé de serra, vaquejada, samba, samba de roda, samba canção, bossa e samba enredo. Os participantes conheceram a história do samba e puderam ter contato direto com a prática percussiva desse famoso ritmo brasileiro criado no início do século 20.

“É importante trazer o curso para o museu que está ligado diretamente com a cultura e as manifestações culturais. Trabalhamos justamente em cima da cultura local e da memória e associar a música nesse trabalho dos músicos é essencial”, disse a museóloga Alana Alves, organizadora do curso. Para o professor do curso, Gabriel Dantas, o objetivo foi trazer um pouco da cultura baiana e brasileira para a comunidade do Pelourinho através do conhecimento da história dos ritmos nacionais. “É um curso que temos idealizado há muito tempo e através do museu conseguimos colocar em prática”.

A iniciativa teve o propósito de popularizar a história dos ritmos apresentados com os instrumentos utilizados em cada um deles; dar acesso à prática percussiva e fomentar à prática musical”, explica a coordenadora do museu, Renata Alencar. Leia mais no site da Dimus/Ipac.

Compartilhe: