Home / Destaque / Governo autoriza início das obras do Hospital Metropolitano [04/12/2017]
Foto: Carol Garcia/GOVBA

Governo autoriza início das obras do Hospital Metropolitano [04/12/2017]

Ordem de serviço assinada e máquinas trabalhando para que, em um ano, o Hospital Metropolitano esteja pronto e atendendo aos 13 municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS). A autorização foi dada na manhã desta segunda-feira (4), pelo governador Rui Costa, durante cerimônia realizada no bairro de Areia Branca, no município de Lauro de Freitas, local das futuras instalações da unidade hospitalar.

“As obras já iniciaram, nessa primeira etapa, com terraplanagem para nivelar o terreno. O prazo é de um ano para que a gente conclua e entregue à população esse hospital, que vai ser urgência e emergência, tendo vários procedimentos de alta complexidade”, afirmou Rui Costa, salientando que o hospital terá a função de evitar que as pessoas busquem muitos serviços em hospitais de Salvador.

Rui aproveitou para anunciar que, após a inauguração do Hospital Metropolitana, o Governo do Estado iniciará, no mesmo município, uma reforma do Hospital Menandro de Farias para que funcione como unidade materno-infantil. “Com isso, nós vamos melhorar muito a performance do atendimento aqui da região metropolitana. Nós temos ainda maternidade de Camaçari, que nós vamos entregar em 2018, e, completando, após a inauguração desta unidade, com uma grande reforma também Hospital Geral de Camaçari”.

Com investimento da ordem de R$ 180 milhões e capacidade para 265 leitos, o hospital geral de grande porte terá 27.900 metros quadrados de área construída e será implantado em terreno com área total de 90 mil metros quadrados, na Estrada da Quengoma. A unidade terá capacidade para realizar procedimentos de média e alta complexidade em diagnóstico e tratamento, nas especialidades clínica e cirúrgica, em regime ambulatorial e de internação hospitalar, em caráter de urgência e eletivo, além de Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), Centro de Traumas e Serviço de Alta Complexidade em Neurocirurgia. Em procedimento de complexidade, segundo Rui Costa, serão 300 atendimentos por dia.

Presente no evento, o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que o “Hospital Metropolitano será o principal equipamento de saúde da RMS, atendendo a todos os casos da rede de urgência e emergência do litoral norte e das cidades que compõem a região metropolitana, de fácil acesso, a partir de diversas vias expressas, de alto fluxo, que vai desafogar tanto o Hospital Geral do Estado [HGE], quanto o Hospital Geral Roberto Santos [HGRS]”.

Compartilhe: