Home / Entretenimento / Cultura / Lazer / Exposição fotográfica alerta para o combate ao trabalho escravo
Foto: Reprodução

Exposição fotográfica alerta para o combate ao trabalho escravo

O trabalho análogo à escravidão será abordado na exposição fotográfica “Realidade Oculta – Revelando o trabalho escravo no Brasil”, realizada no Salvador Shopping, até o próximo dia 15 de Fevereiro. O coquetel de lançamento da mostra será realizado amanhã (31), às 18 horas, no Espaço Gourmet, localizado no 1º piso do shopping. A exposição é uma iniciativa da Comissão Estadual de Combate ao Trabalho Escravo (Coetrae-Bahia), integrada pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e diversos outros órgãos públicos e entidades da sociedade civil.

A mostra tem o objetivo de conscientizar e sensibilizar a população sobre uma realidade que afeta mais de 150 mil trabalhadores no Brasil. Pessoas que dormem no curral junto com os animais; jornadas de trabalho exaustivas em atividades desgastantes e intensas; alimentação exposta por dias, carne pendurada em varais improvisados; acidentes de trabalho e diversos outros tipos de situações degradantes são reveladas nas imagens.

“São condições de trabalho subumanas e ocultas. Uma afronta à dignidade da pessoa humana, que tem seus direitos negados e a sua cidadania roubada. O nosso trabalho é combater esse prática. A exposição chega para nos ajudar na conscientização e alertar a sociedade para essa situação. Precisamos falar sobre isso, esclarecer sobre a escravidão contemporânea e nos unir contra uma prática tão cruel”, comentou Carlos Martins, titular da SJDHDS.

O evento marca o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo no Brasil, dia 28 de janeiro. A data é uma homenagem aos auditores-fiscais do trabalho e motorista do Ministério do Trabalho assassinados em 2004, no município de Unaí, em Minas Gerais, durante uma operação de combate à escravidão contemporânea.

As fotos em exposição foram clicadas por auditores-fiscais do Trabalho, Policiais Rodoviários Federais, entre outros integrantes de órgãos que atuam no combate ao trabalho escravo no país.

Compartilhe: