Home / Entretenimento / Cultura / Lazer / Depois da Chuva chega aos Espaços Culturais da SecultBA
Foto: Agnes Cajaíba/ Divulgação

Depois da Chuva chega aos Espaços Culturais da SecultBA

No mês de julho, o longa metragem Depois da Chuva (2015), dos diretores baianos Cláudio Marques e Marília Hughes, chega aos espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). O projeto Terças na Tela exibe gratuitamente o filme nos dias 07, 14, 21 e 28, em sessões às 10h, 15h e 19h. O filme teve apoio financeiro do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através dos Editais de Chamada Pública Demanda Espontânea eSetorial de Audiovisual.

Considerado o melhor filme da década pela crítica da Folha de São Paulo, a história de Depois da Chuva se passa no ano de 1984. No período em que a Ditadura Militar se enfraquecia, dois jovens baianos de 16 anos começam a perceber que estão vivendo uma fase importante do país. A descoberta do contexto político, com as eleições diretas para Presidente, mistura-se às descobertas sexuais e ao fim da adolescência.

A narrativa circulou 30 festivais de cinema, se consagrando no cenário nacional e internacional através dos prêmios que faturou em importantes eventos do campo, dentre eles o F7ccestival de Cinema de Brasília, nas categorias melhor trilha sonora, melhor roteiro e melhor ator para o estreante Pedro Maia, protagonista do filme.  O longa também foi contemplado no Festival de Cinema de Nova York, na categoria de melhor filme estrangeiro.

Para o crítico da Folha de São Paulo, Sérgio Alpendre. “O grande trunfo do casal Marques e Hughes em “Depois da Chuva” é que não se contentam em mostrar apenas o rito de passagem de Caio. Eles assumem o risco e procuram entender o contexto de esperanças e a abertura gradual do Brasil para um processo democrático”, escreveu Alpendre ao apresentar o personagem principal do longa-metragem, um adolescente rebelde de boa família, que se apaixona por uma colega de escola, durante a redemocratização do Brasil.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro,Valença e Vitória da Conquista.

 

Secult/BA

Compartilhe: