Home / Destaque / Corpo de Bombeiros presta homenagens a Santa Bárbara [04/12/2017]
Foto: Reprodução

Corpo de Bombeiros presta homenagens a Santa Bárbara [04/12/2017]

Um tapete vermelho tomou conta do Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, localizado na Barroquinha, em Salvador, durante a homenagem prestada a Santa Bárbara, padroeira da corporação. Após assistir a missa, celebrada na manhã desta segunda-feira (4), os devotos seguiram em procissão acompanhando a imagem e finalizaram o desfile com o tradicional caruru na sede do 1º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM).
Abertas ao público, as principais portas do quartel deram entrada para a imagem. Religiosos (católicos e das religiões de matrizes africanas) e adeptos que deram graças e reconheceram as bençãos recebidas. Encerradas as orações, mais de mil pratos de caruru (com quiabada, arroz, feijão-fradinho, vatapá e galinha) foram servidos aos beatos
Amália Ramos de Souza, 65 anos, se dedica à santa desde que tinha apenas oito anos. Ela revelou que, embora participe da missa e procissão todos os anos, nunca tinha experimentado o banquete servidor na unidade. “Eles [os bombeiros] nos receberam e serviram muito bem”, agradeceu.
Sônia Cézar de Oliveira, 68, saiu de Periperi para participar do tributo. Católica fervorosa, todo ano ela faz caruru, oferece presentes e flores. “Ela é a santa das bençãos. Tudo que peço, recebo. Hoje estou aqui agradecendo e pedindo ajuda para conquistar minha casa própria”, revelou a aposentada.
O comandante-geral do CBM, coronel BM Francisco Telles, lembrou como foi o início dessa relação de devoção. “Na época da criação dos bombeiros, haviam muitos incêndios acontecendo em Salvador. Os devotos de Santa Bárbara fizeram promessas para, não apenas haver a criação da corporação, como também para que os incêndios diminuíssem: as duas coisas aconteceram e ela tornou-se a padroeira do CBM”, revelou o oficial.
O secretário de Segurança Pública em exercício, Ary Pereira de Oliveira, também esteve na unidade para agradecer e experimentar o caruru oferecido aos fiéis. “Foi uma bela festa, cercada de fé e esperança”, finalizou.