Home / Entretenimento / Cultura / Lazer / Coletivo Arte Marginal promove atividades na 16ª Semana de Museus com apoio da Dimus
Foto: Reprodução

Coletivo Arte Marginal promove atividades na 16ª Semana de Museus com apoio da Dimus

Exposição coletiva, performances e intervenções teatrais serão algumas das atividades realizadas por meio do projeto ‘Renascer das Artes: Musealizando’ nestas quinta e sexta-feira (17 e 18), na Praça das Artes e na Casa de Teatro de Rua da Bahia, localizados no Pelourinho/Centro Histórico de Salvador.  Iniciativa integra a programação da 16ª Semana de Museus, que acontece desta segunda-feira a domingo (14 a 29), por iniciativa da Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), com o tema ‘Museus Hiperconectados – novas abordagens, novos públicos’.

Promovido pelo Coletivo Arte Marginal, em parceria com o Movimento de Teatro de Rua da Bahia, e apoio da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac), o projeto tem o objetivo de tornar o espaço público em um lugar de memória, educação e práticas culturais.

De acordo com a muséloga Manuela Ribeiro, o projeto é uma atividade de artes integradas que proporciona uma experiência museal fora do museu convencional. “A característica principal é musealizar as práticas culturais de segmentos marginalizados da sociedade, atraindo novos públicos e, assim, diminuindo a distância entre museu e a sociedade”.

Em Salvador, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, o Museu Tempostal, o Centro Cultural Solar Ferrão e o Laboratório de Educação Digital (LabDimus), também localizados no Pelourinho, participam em parceria com o Consulado Geral do Japão no Recife e a Associação Cultural Nippo-Brasileira em Salvador (Anisa) celebrando os ‘110 anos da Imigração Japonesa no Brasil’. Também o Parque Histórico Castro Alves (PHCA), em Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano. Confira a programação completa no blog da Dimus/Ipac.

Compartilhe: