Home / Notícias / Alunos de escolas da rede estadual são capacitados para a educação no trânsito

Alunos de escolas da rede estadual são capacitados para a educação no trânsito

Para manter o ritmo da redução de acidentes de trânsito na capital baiana, nesta segunda-feira (9), a equipe do Projeto Trânsito Cidadão da Escola Pública de Trânsito (EPTRAN) lançou a ação Escola Amiga do Trânsito, no auditório do Detran Bahia. Desenvolvido por meio de uma parceria entre o órgão, a Secretaria de Educação do Estado e o Instituto Miguel Calmon (Imic), o projeto vai alcançar quatro mil estudantes em 20 escolas da rede estadual. Salvador registrou, apenas no primeiro trimestre deste ano, 889 acidentes de trânsito, uma média de aproximadamente dez por dia. Em 2017, no mesmo período, órgão registrou 1.114 ocorrências, uma média de 12 acidentes por dia.

Segundo o gestor de projetos do Imic, Jailton Cardoso, o Projeto Escola Amiga do Trânsito é um desdobramento do Projeto Trânsito Cidadão, que tem o objetivo de atuar na conscientização e educação no trânsito, atendendo adolescentes e jovens das escolas públicas do Estado da Bahia. “A iniciativa vai formar agentes multiplicadores, com idade a partir de 16 anos, para se transformarem em agentes de conscientização e preservação da vida em suas comunidades e locais de trabalho. Esperamos ampliar o espectro de atuação do projeto levando atividades de formação presencial e em Ensino à Distância, com material no site e em plataformas digitais”.

Presidenta do Grêmio Estudantil do Colégio Polivalente de Amaralina, Beatriz Souza, 16 anos, conta que já participou de uma capacitação para o trânsito promovida pelo Detran em sua escola. “A gente convive com o trânsito, onde acontecem muitos acidentes, que provocam vítimas e prejuízos materiais. Então, tivemos palestras, e aprendemos como trabalhar em conjunto, motoristas e pedestres, para termos um trânsito melhor”.

Coordenador de Segurança e Educação para o Trânsito, do Detran, e responsável pela Escola Pública de Trânsito, Carlos Moura diz que desde 2016 está sendo desenvolvido o projeto Trânsito Cidadão. “A iniciativa leva informações sobre o trânsito para dentro das escolas públicas estaduais. No ano de 2017 foram atendidos 83 mil jovens. E agora está sendo lançado o Projeto Escola Amiga do Trânsito, que certifica, com carga horária de 20 horas, jovens multiplicadores de informações para trânsito”.

Diretora do Centro Estadual de Educação Profissional Severino Vieira (Ceep), Jussara Santos, informa que a primeira etapa do Trânsito Cidadão foi realizada na unidade em novembro do ano passado. “Neste primeiro momento, foram atendidos alunos de 14 a 26 anos e agora vamos estender para todas as turmas. Agora os próprios alunos estão convidando os colegas para participarem dessa formação. A educação para o trânsito estimula o jovem, especialmente o adolescente, que só vem a tirar a carteira de habilitação depois de ter uma formação profissional, às vezes por imposição do próprio mercado de trabalho. Mas é importante que todos se habilitem e se preparem para isso”.

A diretora interina de Articulação Pedagógica da Secretaria da Educação do Estado, Lucinete França afirmou que a faixa etária das pessoas envolvidas em acidentes com vítimas fatais é, em sua maioria, até os 25 anos. “Então, o objetivo é promover um trânsito mais humano. Os nossos alunos provavelmente estarão no trânsito, seja como condutores quanto como pedestres. Os alunos terão aulas com os professores do Detran e do Instituto Miguel Calmon. As aulas começam nesta terça-feira (10) e prosseguem até agosto para que os alunos estejam atentos para a ética no trânsito, a prevenção de acidentes e a direção consciente”.

Compartilhe: