Home / Destaque / Agerba abre consulta pública sobre construção da Rodoviária de Salvador [09/04/2018]
Foto: Reprodução

Agerba abre consulta pública sobre construção da Rodoviária de Salvador [09/04/2018]

Com o objetivo de ampliar o debate sobre o novo terminal rodoviário e colher contribuições para a elaboração final do edital de licitação, entre os dias 11 de abril e 11 de maio a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) receberá sugestões da população através do e-mail consultapublica@agerba.ba.gov.br. As informações podem ser fornecidas tanto por pessoas físicas como jurídicas, e serão divulgadas no site da organização e apresentadas durante a audiência pública, a ser realizada no dia 15 de maio, às 10h, no auditório da Agência Reguladora, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O novo Terminal Rodoviário de Salvador vai estar, em breve, localizado em novo endereço, às margens do viaduto de Águas Claras, próximo a BR-324. O terminal deixará a região do Iguatemi para funcionar como centro de integração de transportes, com o objetivo de facilitar a mobilidade de quem deixa a capital baiana em viagens de ônibus intermunicipais e interestaduais. O edital e os termos de referências para a construção do novo equipamento serão apresentados durante consulta e audiência pública, agendadas para maio.


Infraestrutura

A mudança irá promover uma série de melhorias. O terminal será integrado ao tramo 3 da linha 1 do metrô, na estação Águas Claras, além de um terminal urbano de ônibus. Sua localização vai facilitar o deslocamento dos passageiros por meio de diversos modais de transporte. O objetivo é fazer do terminal uma grande estação de integração, sendo a maior do Norte-Nordeste. O novo terminal rodoviário será moderno, amplo e estará nos moldes de conforto de terminais de aeroportos.

Por meio da Agerba, o Governo do Estado vai lançar a concessão para construção e exploração da nova rodoviária, que receberá investimentos de cerca de R$ 120 milhões. O novo equipamento passará a ser administrado pela empresa ganhadora da concorrência pública que, após assumir o terminal deverá ainda operar e explorar comercialmente suas áreas e serviços. Após o início da operação comercial da nova rodoviária estima-se que o terminal irá receber 39 mil passageiros por dia. Aviso e detalhamento dos procedimentos da Consulta e Audiência Pública estão disponíveis no site da Agerba

Compartilhe: