Home / Notícias / Aeroporto de Salvador melhora no ranking de satisfação do passageiro
Foto: Mila Cordeiro/ AGECOM

Aeroporto de Salvador melhora no ranking de satisfação do passageiro

O Aeroporto Internacional de Salvador (BA) alcançou nota de 4,2 na satisfação geral do passageiro, de acordo com pesquisa do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.  Em um ano, o terminal teve uma evolução de 11%, saindo da última colocação – entre 20 aeroportos brasileiros – para o 14º lugar.

Referente ao 1º trimestre de 2018, este levantamento mostra que o Aeroporto de Salvador superou pela primeira vez em cinco anos a meta (4 pontos) do órgão avaliador.  Nos dois últimos trimestres, o terminal da capital baiana estava entre os piores do País.

Entre os indicadores mais bem avaliados estão o tempo de fila no check-in/ autoatendimento (4,35) e tempo de fila no check-in/balcão (4,46). Os indicadores que precisam melhorar são relativos ao custo benefício do estacionamento (2,82); disponibilidade e localização de bancos, caixas eletrônicos e casas de câmbio (3,45) e a limpeza dos sanitários (3,83).

Nesta nova pesquisa, divulgada nesta quarta-feira (25), Salvador obteve melhor nota que os aeroportos de Florianópolis (SC), Vitória (ES), Belém (PA), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE).

Ao analisar o resultado da pesquisa, o secretário do Turismo da Bahia, José Alves, afirmou, nesta quinta-feira (26), que a nova gestão do aeroporto oferece perspectiva de evolução permanente. “O Aeroporto de Salvador é uma importante porta de entrada para as 13 zonas turísticas do Estado. A Vinci está comprometida com a reforma que oferecerá maior segurança para a operação das companhias aéreas e conforto aos passageiros”.

O terminal da capital baiana foi leiloado pelo governo federal em 2017 e arrematado pela francesa Vinci Airports, que passou a operar integralmente o terminal aeroportuário no início deste ano, substituindo a Infraero. A Vinci já realizou manutenção e intervenções de emergência em áreas como fraldários, banheiros, sistema de ar-condicionado, iluminação, cercas de segurança, correções na pista, na sinalização e no piso e nos forros do prédio.

Compartilhe: