Home / Destaque / ACM Neto vistoria área de risco em Bom Juá com equipe da Operação Chuva
Foto: Valter Pontes/SECOM

ACM Neto vistoria área de risco em Bom Juá com equipe da Operação Chuva

Uma das áreas com maior número de ocorrências devido às chuvas que caem em Salvador, a localidade do Marotinho, em Bom Juá, foi alvo de vistoria realizada por gestores da Prefeitura nesta sexta-feira (20). Estiveram presentes o prefeito ACM Neto e o vice, Bruno Reis, além de secretários, gestores e técnicos de diversas pastas que atuam no Sistema Municipal de Defesa Civil (SMDC). A área teve a sirene do sistema de alerta e alarme acionada pela manhã, avisando à comunidade sobre a situação de risco causada pelo grande volume de chuvas.
Na ocasião, foram visitadas as obras de contenção da encosta no Bom Juá e verificada a situação de geomanta aplicada na localidade em 2016. Além de ouvir demandas dos moradores, o prefeito também fez uma breve reunião de avaliação com os gestores para verificar o andamento das ações municipais nos pontos mais críticos da cidade.
“Toda a equipe da Prefeitura está de prontidão 24 horas, na rua, para dar assistência total às áreas de maior risco na cidade. Aproveitamos para fazer um apelo à população que deixem as casas se for necessário. A Prefeitura se organizou para acolher todo mundo. Vamos dar abrigamento com conforto e segurança até que a chuva passe e o risco vá embora. Não há por que as pessoas correrem risco”, alertou ACM Neto.
Balanço – Até às 12h15, a Codesal já havia registrado 224 ocorrências, dentre alagamentos de área, ameaças de desabamento de imóvel, ameaças de deslizamento de terra, queda de árvores e infiltrações. Até a tarde desta sexta, 19 famílias já foram abrigadas por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) – quatro delas são moradoras do Marotinho e as demais da Capelinha de São Caetano. Os abrigos são as escolas municipais Antônio Carlos Magalhães e Antônio Carvalho Guedes, na região da Liberdade/São Caetano.
De acordo com a Codesal, novos disparos de alarme podem ser feitos ainda hoje e, em todos os casos, a iniciativa conta com assistente social e engenheiro no local. Além da região do Bom Juá, outra localidade que mais foi afetada pelas chuvas até então é a região de Pau da Lima, principalmente a localidade da Baixa Fria.
Dentre as ocorrências mais críticas está o alagamento em pontos da Cidade Baixa, devido à maré alta. Com acompanhamento da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), a Embasa já está atuando no caso do asfalto cedeu em uma rua transversal na Avenida Dorival Caymmi, em Itapuã. Outro ponto que terá atenção especial da Prefeitura é a Avenida Gal Costa, devido a uma galeria subdimensionada em uma obra estadual. Apesar das chuvas estarem mais intensas, o sistema de drenagem tem funcionado de forma satisfatória, de acordo com a avaliação dos técnicos.
Compartilhe: